REALIZAÇÃO

APOIADORES

    Utilizar a bike correta é fundamental para o desempenho do ciclista!

    Existem no mercado bicicletas próprias para as diversas modalidades do ciclismo.

    Seguem as principais características para você conferir na hora de escolher o seu tipo.


    BICICLETA PARA MOUNTAIN BIKE A Mountain Bike é uma das modalidades mais conhecidas e exploradas por ciclistas no mundo todo. Em geral, ela acontece em percursos de terra com obstáculos, buracos, aclives e declives e a bike deve ter amortecedores e pneus mais largos, a fim de garantir mais estabilidade. As marchas variam entre 11 e 30, o quadro é mais reforçado para aguentar os impactos e normalmente são fabricadas em alumínio ou fibra de carbono.


    BIKE PARA SPEED OU CICLISMO DE ESTRADA É mais leve e com menos marchas. Também é resistente, mas sem a necessidade do quadro ser tão reforçado quanto a da Mountain Bike, já que o asfalto para competições não possui obstáculos. Possui guidão curvado para melhorar a aerodinâmica no posicionamento do ciclista, pneus são mais finos e sem cravos. Os materiais mais comuns utilizados na fabricação desse tipo de bicicleta são o alumínio e o carbono.



    BIKE PARA TRIATLO A bicicleta TT, conhecida como bike de triatlo, é a mais utilizada em percursos longos, por ter melhor aerodinâmica e, teoricamente, mais conforto para que o atleta permaneça horas na mesma posição. Normalmente, não pode ser utilizada em provas com vácuo liberado porque o clip, onde seguramos, não tem freio, aumentando o risco de uma colisão, além de piorar a dirigibilidade.



    BIKE PARA BMX A bicicleta BMX tem como diferencial o fato de ser baixa, assemelhando-se a bicicletas infantis, mas com um quadro mais comprido e guidão móvel, podendo ser utilizada para o BMX Racing (corrida), normalmente praticado em terreno acidentado e com lama e por isso os pneus possuem cravos e são largos e grossos, como os da Mountain Bike. Na BMX Freestyle, o quadro pequeno proporciona a possibilidade de fazer diversas manobras, comuns nas competições desta modalidade.



    BIKE DE VELÓDROMO A Bike de Velódromo possui design arrojado e específico para este tipo de circuito, com provas de velocidade que são feitas em local fechado e oval. Seus principais diferenciais são não ter roda livre, pois não possui catraca, ter apenas uma marcha e sem freios. Para parar, o ciclista precisa deixar de pedalar para desacelerar.


    A segunda etapa do Desafio Kom, Ciclismo de Estrada, será realizada no município de Cunha/SP no dia 07/04/19 com largada às 8h, sendo obrigatório o uso de bicicleta de estrada, mountain bike, tandem, híbrida ou de triatlo. Inscrições Abertas!

    0 visualização